Pré-estreia na capital da Lava Jato

Por Cesar Romero

03/09/2017 às 08h00 - Atualizada 01/09/2017 às 23h18

 JF POR AÍ

CR e o produtor Tomislav Blasic
CR e o produtor Tomislav Blasic

Pré-estreia na capital da Lava Jato

Entre os colegas da imprensa paranaense havia uma unanimidade: nunca um filme estreou em Curitiba com tanta pompa como “Polícia Federal – A lei é para todos”. O longa, dirigido por Marcelo Antunez com produção de Tomislav Blasic, é uma superprodução de R$ 15 milhões que conta os bastidores da operação Lava Jato.

A noite de ‘avant-première’, com o tradicional tapete vermelho, contou com parte do elenco – Flávia Alessandra (arrasando na elegância e simpatia), Bruce Gomleviski e Marcello Calloni, que interpreta o delegado Ivan. Entre os convidados especiais os juízes Sérgio Moro e Marcelo Bretas, o procurador Deltan Dallagnol, além dos principais delegados da PF que participam da Lava Jato.
Segundo o diretor Marcelo Antunez, “o filme não tem nenhum objetivo político. A proposta, além de entreter, é provocar o debate saudável no Brasil e não deixar a história morrer”.

Sobre o sucesso da exibição, o produtor Tomislav Blasic afirmou que “a expectativa foi além do que imaginamos. O filme visa trazer uma conscientização da população para poder repensar toda essa questão da corrupção. É totalmente apartidário, um ‘thriller’ que prende a atenção o tempo todo. Sobre o custo de produção, o critério foi não ter nenhuma empresa estatal e não utilizar recursos da Lei de Audiovisual. Optamos por trabalhar com apoiadores e investidores privados”.

“Polícia Federal – A lei é para todos” entra em cartaz em todo o Brasil no feriado do dia 7, mas terá ainda duas pré-estreias: nesta segunda, no Rio, e quarta em Brasília.

Flávia Alessandra em 'flash' para a coluna
Flávia Alessandra em ‘flash’ para a coluna

Nos bastidores

CR e Flávia Alessandra
CR e Flávia Alessandra

Apoiadora do filme, a Slaviero Hotéis brindou os jornalistas com um criativo (e delicioso) mimo. Um saquinho de juta, cheio de chocolate com embalagem de alumínio no formato idêntico das moedas de R$ 0,25, 0,50 e um real. No cartão, a mensagem: “fique tranquilo. Esse dinheiro não dá problema algum com a Polícia Federal”.

Numa grande jogada de marketing, a produção do filme surpreendeu com uma pilha de dinheiro que passou pela famosa Boca Maldita, no Calçadão da Rua XV de Novembro. Com cinco metros de altura, os vários paletes tinham o equivalente a R$ 2 bilhões em cédulas fictícias de R$ 100 – metade dos R$ 4 bilhões recuperados pela Operação Lava Jato.

A direção do Park Shopping Barigüi montou um esquema especial de segurança. Os micro-ônibus e vans que transportaram o elenco do filme, equipe de produção e jornalistas foram escoltados por motos pela enorme área de circulação e estacionamento. Vale destacar que o shopping tem 23 mil m2 de mata nativa preservada. Coisas da verde Curitiba.

Oito salas do Cinemark exibiram o filme, totalizando 2.700 convidados. A sala 5 foi a mais disputada, por ter sido reservada para o elenco, imprensa e autoridades ligadas à investigação.

Com uma aparição rápida em uma imagem na carceragem, veiculada pela TV, o Japonês da Federal arrancou risos da plateia pela cena ter sido incluída no filme.

Durante a exibição, outro momento de gargalhadas foi quando algum executivo passava por situações constrangedoras na prisão da PF. A operação para a condução coercitiva de Lula também teve comemorações na plateia. Ary Fontoura, bem caricato, está impagável no papel de Lula.
No final da sessão, aplausos e mais aplausos de pé.

Blues agita Ibitipoca

O conteúdo continua após o anúncio

Os 18 anos do Ibitipoca Blues foram marcados pela extensa programação e também pelo caloroso público, que curtiu os três dias de muito som.
O norte-americano Vasti Jackson (ao lado do guitarrista Décio Caetano) foi o grande destaque nos shows noturnos. Muito simpático, ele mostrou porque recentemente recebeu o título de embaixador do blues nos EUA.

Apesar do frio intenso nas madrugadas, os aplausos ecoaram até o final dos shows de Álamo Leal e Blues Groovers, Jefferson Gonçalves e Laudir de Oliveira, Ale Ravanello Blues Combo, The Headcutters, Fernando Noronha e Black Soul.

Dudu Lima evidenciou o talento musical com seu trio na tarde cultural. O meio ambiente também ganhou espaço na promoção com a distribuição de 700 mudas de ipê branco (com a frase “Não importa seu sonho, plante uma semente”), e a tenda do Programa de Sensibilização Ambiental, que evidenciou o conceito de sustentabilidade do evento. De quebra, a produtora Flavinha Oliveira recebeu o selo de “Neutralização de Carbono”, certificado pela Prima Mata Atlântica e Sustentabilidade.

blues2017-109 blues2017-8 blues2017-134 blues2017-831 blues-3 blues-2
<
>
Kelly Antunes e Camila Nardy Delgado, coordenaram a tenda do Programa de Sensibilização Ambiental

Fotos: Gíglia Ferrari/Pedro Prata

 

FALA QUEM SABE

Iphone 8 e a nova geração de ‘smartphones’ com supermemórias

De acordo com as informações do “Wall Street Journal”, a Apple está se preparando para lançar, no próximo dia 12, o Iphone 8, e todo lançamento da empresa é sempre um marco para se debater tendências em todo o mundo.
Um dos principais sites sobre o assunto, o GeekBar, aponta que a nova versão do Iphone deve oferecer o modelo básico com 64 GB, um intermediário com 256 GB e uma terceira opção com 512 GB. Essa terceira versão que é, justamente, o ponto de discussão.
Os ‘smartphones’ se tornaram parte integrante de nossas vidas. Posso afirmar que ninguém consegue mais viver sem ele. Em média, o brasileiro passa 3h14 por dia conectado ao celular (dados de pesquisa da Associação de Marketing Móvel 2016) e acessa frequentemente oito aplicativos por semana. Toda sua vida está dentro de um ‘smartphone’. Contas bancárias, ‘e-mails’, redes sociais, mensagens instantâneas, aplicativos de compras, pesquisa, ‘ebooks’, músicas, vídeos e uma infinidade de funções que não caberiam neste espaço. Por isso, uma versão de 512 GB se faz necessária nos tempos atuais.
Depois dessa enxurrada de dados vem a pergunta que não quer calar. Como sua empresa está inserida dentro desse novo mundo? Vale aqui a reflexão.

(Diogo Garcia é CEO do Grupo Emedia Agência Digital e leitor convidado)

 

Curso de segurança na China

O diretor do Detran-MG, delegado Rogério de Mello Franco – que já comandou o 4° DPC em Juiz de Fora – liderou uma comitiva de 15 policiais mineiros em viagem oficial à China. Na agenda, cursos de capacitação sobre forças de segurança e a ampliação da rede de contatos internacional. Segundo ele, “os conhecimentos compartilhados serão úteis para investigações complexas, principalmente, com experiências positivas com o uso de novas tecnologias e técnicas investigativas”. Na foto, o delegado Rogério, durante solenidade em Mariana, quando entregou ao governador Fernando Pimentel o novo modelo da CNH com o item de segurança CR Code.

Cesar Romero

Cesar Romero

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia