MEC inicia prazo para renovações de contratos do Fies

Os procedimentos devem ser feitos pela internet até o dia 31 de outubro

Por Caderno Educação

15/08/2017 às 16h39

O Ministério da Educação deu início, nesta segunda-feira (14), às renovações de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).




O procedimento deve ser realizado pelo portal SisFies até o dia 31 de outubro.

 

As renovações de contratos do Fies deve ser realizada através do SisFies

 

Para o caso de transferências de curso ou instituição de ensino e pedidos de dilatação do financiamento, o prazo segue até 30 de setembro.

Na renovação simplificada, não é necessário alterar qualquer informação inicial. É preciso apenas efetivar a validação da matrícula no sistema.

Já para os aditamentos não simplificados, os estudantes devem validar as informações no portal e, em seguida, procurar os agentes financeiros do Fies (Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil) para formalizar as renovações de contratos do Fies.

 

 

Mudanças nas regras para 2018

O Ministério da Educação (MEC) anunciou, no início deste mês, mudanças nas lregras de financiamento do programa para o primeiro semestre de 2018.

O objetivo, segundo o governo, é diminuir a inadimplência e gerar economia de mais de R$ 300 milhões para o país.

O conteúdo continua após o anúncio

As alterações nas normas estão relacionadas, além de outros itens, à oferta de 100 mil vagas a juros zero; e à forma de pagamento do empréstimo: os estudantes que recorrerem ao Fies no ano que vem terão o dinheiro descontado no contracheque.

Esse procedimento será realizado assim que a graduação terminar e mediante a contratação do egresso no primeiro emprego formal.

O Novo Fies também passará a ter três tipos de contratos referentes à aplicação de taxa de juros, de acordo com a renda familiar per capita. Até então, esses contratos eram únicos.

Segundo o MEC, essas modalidades contratuais estarão divididas em:

  • – Fies 1: 100 mil vagas a juros zero serão disponibilizadas para alunos com renda per capita de até 3 salários mínimos. Nesta modalidade, o estudante começará a pagar as prestações com parcelas de, no máximo, 10% de sua renda mensal.
  • – Fies 2: 150 mil vagas a 3% de juros para estudantes que morarem nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste com renda até 5 salários mínimos;
  • – Fies 3: 60 mil vagas com a possibilidade de mais 20 mil oportunidades para alunos com renda de até 5 salários, sem juros ainda definido.

 

Leia mais em Novo Fies: veja como será o programa de financiamento estudantil a partir de 2018.

 

 

Ebook

Para deixar os estudantes mais informados sobre como financiar seus estudos em um curso superior, o Caderno do Enem disponibiliza materiais didáticos, como o ebook sobre todos os financiamentos estudantis oferecidos pelo governo federal.

Clique e aqui saiba tudo.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia