Estudar para o ENEM: 4 dicas imperdíveis

O caminho de um vestibulando até a aprovação não é nada fácil. Pensando nisso, separamos 4 dicas imperdíveis para você estudar para o ENEM.

Por Louise Vianello

11/10/2017 às 17h36 - Atualizada 11/10/2017 às 17h38

O caminho de um vestibulando até a aprovação no ENEM não é nada fácil. São horas e horas de estudo por muitas vezes exaustivas e duras de encarar em plena adolescência. Mas a forma como você estuda e se organiza, pode fazer grande diferença no seu desempenho. Pensando nisso, preparamos um guia com 4 dicas imperdíveis para você focar no que realmente importa e ingressar na faculdade dos seus sonhos.

Dependendo da forma como organizamos os estudos, pode parecer muita coisa para pouco tempo disponível. E também tem o medo de não conseguir tirar uma nota boa no Enem né? Nós entendemos muito bem as suas preocupações, e vamos te dar algumas dicas. Com elas, você irá organizar os seus estudos para que consiga focar no que é realmente importante, atinja o seu sonho e se divirta também! Leia as dicas para estudar para o Enem a seguir.

Dicas para estudar para o Enem

Tão importante quanto prestar atenção nas aulas e ter suas anotações em dia é ter o material necessário ao se preparar para estudar em mãos. É necessário ter certeza de que possui todos os recursos necessários para que não tenha interrupções na hora de iniciar os estudos.

  1. Tenha uma agenda de fácil acesso e controle e faça um cronograma de estudos

Uma agenda serve como um registro que você pode visitar e revisitar sempre que quiser. Você pode levantar quais os compromissos você possui diariamente na agenda. E também quanto tempo tem disponível para os estudos todos os dias. Com essas informações, você vai pode planejar quantas matérias pode estudar por dia em um cronograma de estudos e quanto tempo de dedicação terá para cada matéria.

Na hora de montar esse cronograma, é importante você encaixar dentro da sua agenda os assuntos que você pretende estudar. Organize-os em escala de prioridades também. Por exemplo, assuntos que mais caem, assuntos que você possui maior dificuldade ou assuntos que tem peso maior para o seu curso/faculdade.

Na hora de estudar, é muito importante entender se a forma como você estuda faz sentido. Assim, você pode aprender da maneira mais rápida e agradável possível.

  1. Preste atenção na forma como você aprende

Você é do tipo de pessoa que prefere escrever e fazer anotações para assimilar conteúdos? Ou você prefere escutar com atenção o que o professore está falando para entender de fato? Ou você é do tipo que acredita que ler é a melhor de forma de aprender algo novo? Ter autoconhecimento te vai te ajudar a buscar por conteúdos em formatos que façam mais sentido para o seu aprendizado.

  1. Faça resumos/fichamentos e resenhas:

Sempre que você estiver estudando um determinado assunto, é importante ter as suas anotações próprias em um caderninho físico ou virtual. Assim, você assimila os tópicos aprendidos sobre aquele assunto. Você pode fazer essas anotações em formatos de fichas ou de resumos.

Você também pode criar o hábito de fazer resenhas para as leituras que você fizer nessa jornada. Ter o hábito de resenhar vai te deixar muito mais preparado para a redação, por exemplo.

O conteúdo continua após o anúncio
  1. Faça simulados com freqüência e tenha um acompanhamento e revisão de estudos:

Tão importante quanto é realizar periodicamente os simulados em formato semelhante ao da prova. No caso do Enem, que possui um sistema próprio de avaliação (a TRI), existem simulados mais específicos e precisos. Eles podem ajudar a preparação, e informar o quão próximo você está de ir bem no Enem e conseguir a nota desejada para entrar no curso desejado por você.

Faça um levantamento de todos os assuntos e matérias que estiver estudando. Assim, você poderá fazer reajustes no seu cronograma se entender que um assunto deve ser estudo ou revisado ao invés de outro programado anteriormente.

#DicaExtra: relaxe e se divirta: Só estudar não é uma atitude sustentável para qualquer pessoa. Procure ter um hobbie além dos estudos. Se desligar é importante para deixar o cérebro absorver a enorme carga de informações que você está adquirindo com os estudos.
 

Faculdades parceiras com cursos de Odontologia

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
Universidade Estácio de Sá (UNESA)
Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)
Universidade de Franca (UNIFRAN)
Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais

Bolsas de estudo

Ficou mais fácil cursar o ensino superior, graças aos financiamentos estudantis que ofertam bolsas de estudo com mensalidades que cabem no seu bolso.

É o caso do Tô de Bolsa.

O programa oferece descontos de até 60% durante toda a graduação e sem a necessidade de renovação de contratos. Conheça e seja um dos beneficiários desta iniciativa.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia