Santuário do Caraça: um paraíso escondido em Minas Gerais

Por Viajei Bonito

28/08/2017 às 13h11 - Atualizada 28/08/2017 às 14h34

Durante uma rápida visita a Congonhas no início de 2017 pegamos um livreto com dicas a respeito de cidades históricas em Minas Gerais. Sabe aquele tipo de material que você pega por pegar em prateleiras de centros de informação turística? Pois bem, esse era um deles. Mal sabíamos que nos despertaria interesse a conhecer um santuário que até então nem sabíamos que existia: o Santuário do Caraça.

A 66 km ao norte de Ouro Preto e a 120 km ao leste de Belo Horizonte se encontra a charmosa cidadezinha de Catas Altas, que foi onde começamos o nosso tour. Dali são 1 hora e 5 minutos (38 km) de carro até o parque. Ao passar pelo portão que limita sua entrada, nos deparamos com uma linda estrada cheia de curvas em meio à mata fechada. Nos metros finais já era possível avistar de longe o imponente santuário – cenário perfeito para boas fotografias.

Santuário do Caraça visto de longe
Santuário do Caraça visto de longe. Créditos: Gisele Rocha

Um pouco de história, segundo o que aprendemos com nosso tour guiado

Na segunda metade do século XVIII um homem foragido de Portugal, Irmão Lourenço, chegou no que se chama hoje de Serra do Caraça e deu início à construção do Santuário de Nossa Senhora Mãe dos Homens, com uma capela e uma hospedaria para receber peregrinos. A capela ficou pequena ficou pequena para o número de fiéis que passavam por ali, então, no lugar da igrejinha barroca, ergueram um enorme templo em estilo neogótico, o primeiro do país. Quando idoso, Irmão Lourenço deixou clara sua vontade de abrigar também uma escola católica – sonho realizado em 1820, que acabou por formar mais de 10 mil alunos, e interrompido quando um incêndio em 1968 transformou parte do complexo em ruínas.

O que ver no Santuário do Caraça

Além de visitar o local e poder imergir em um fragmento da história de Minas Gerais com muitos mistérios, caminhar por seus jardins e dependências traz uma paz enorme tanto pela atmosfera do lugar quanto pela natureza abundante que os cercam. E se um dia for pouco, você pode se hospedar no santuário! Durante a noite os hóspedes podem receber, inclusive, a ilustre visita de lobos guarás que vivem nos arredores.

Não bastasse tudo isso que já falamos, o complexo ainda conta com biblioteca, museu, catacumbas e o próprio Santuário de Nossa Senhora Mãe dos Homens, que guarda os restos mortais de um soldado romano bem conservados e abertos à visitação. Um quadro do Mestre Ataíde retratando a Santa Ceia também compõe o interior do templo, onde é possível ver os olhos de judas lhe acompanhando à medida que você caminha.

O conteúdo continua após o anúncio
catas-altas-minas-gerais-santuario-do-caraca-predio-ruinas catas-altas-minas-gerais-santuario-do-caraca-igreja-dentro catas-altas-minas-gerais-santuario-do-caraca-sao-pio catas-altas-minas-gerais-santuario-do-caraca-sao-pio-dente catas-altas-minas-gerais-santuario-do-caraca-quadro
<
>
Relíquias de São Pio Mártir no altar do Santuário de Nossa Senhora Mãe dos Homens. Créditos: Gisele Rocha

Como chegar

De ônibus

Caso você não esteja de carro,  poderá ir de ônibus até Ouro Preto e de lá seguir também de ônibus até a cidade de Santa Bárbara ou Catas Altas.  A partir daí é necessário pegar um táxi para os 30 km finais ou então contratar um passeio guiado que também inclua o transfer.

De carro

Siga pela BR-040 no sentido Belo Horizonte até Conselheiro Lafaiete, depois pegue a MG-129, que passa por Ouro Preto, Mariana e por fim, Catas Altas. A partir daí, siga pela Estrada do Caraça. Ao todo, são 5h30 de viagem.

Os jardins do Santuário do Caraça, em Catas Altas, Minas Gerais. Créditos: Gisele Rocha

Informações Úteis

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 17h.
Ingressos: R$10 durante a semana e R$15 aos sábados, domingos e feriados (valores praticados em agosto de 2017).
Almoço self-service: R$25 por pessoa. Hóspedes não pagam.

Se você gostou de conhecer esse destino, ou então se já teve a oportunidade de visita-lo, deixe seus comentários abaixo. Queremos muito saber sua opinião para continuar melhorando cada vez mais nossa coluna aqui na Tribuna de Minas. Para outras informações sobre Catas Altas, acesse o nosso blog.

Viajei Bonito

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia