Um Giro Pelo México: Saveiro pelada e documento grande

Por Dudu Mazzei

11/08/2017 às 21h29 - Atualizada 11/08/2017 às 21h38

Um Giro Pelo México: Saveiro pelada e documento grande

Na cidade vizinha a que nós ficamos hospedados no México, fomos encontrar com um amigo que é vendedor ambulante. Seu carro de trabalho é uma Saveiro brasileira cabine simples ano 2015, com uma cobertura de fibra de vidro adaptada sobre a caçamba. Comprou pelo o equivalente a metade do preço que o carro é vendido no Brasil.

Porém, lá ela é oferecida em uma versão básica: sem direção assistida, ar condicionado, trio elétrico etc. Até aí tudo bem! Só que a do nosso amigo veio sem ABS e Air Bag, itens obrigatórios em nosso país desde 2014. Segundo ele, isso ainda é comum no México.

Outra coisa diferente é o documento dos carros de lá. São grandes e fornecidos já emplastificados, não permitindo que o proprietário do carro dobre, colocando o documento no bolso ou na carteira. Eles andam com o documento dentro do porta luvas. Qual você acha melhor?

O conteúdo continua após o anúncio

Veja no vídeo, com imagens do Pepê Mazzei:

Dudu Mazzei

Dudu Mazzei

Nascido e criado em JF, formado em Técnico de Mecânica no CTU da UFJF, mecânico desde 1984, tenho uma oficina de carros desde 1986, sou jornalista e fotógrafo desde 1989. Participo de provas de automobilismo há mais de 35 anos como mecânico/preparador, fotógrafo ou jornalista. Às vezes, todas as funções ao mesmo tempo. Sou também consultor automobilístico e instrutor de mecânica de autos.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia