5 passos pra mergulhar nas cervejas artesanais

O caminho para apreciar esse fermentado é maravilhoso, colorido, cheiroso, saboroso, principalmente, acompanhado de boas conversas e risadas

Por Alexandre Vaz

31/08/2017 às 07h31 - Atualizada 01/09/2017 às 11h34

Fala, canequeiro!

No post anterior falamos sobre a diferença entre a cerveja especial e a cerveja larga escala. Espero que tenha ficado claro que todas elas são normais. Hoje vou dar algumas dicas pra você que ainda não é muito íntimo das cervejas especiais. Todos preparados?!

Para quem nunca teve contado com elas realmente pode ser uma experiência estranha. Essa estranheza pode ser causada pela falta de informação, mas lhe garanto que o caminho para apreciar esse fermentado é maravilhoso, colorido, cheiroso, saboroso, principalmente, acompanhado de boas conversas e risadas.

Vou deixar aqui 5 dicas para quando for mergulhar nesse mundo cervejeiro:

 

1- Abra sua mente

Entenda que da mesma fora que existem vários tipos de pessoas, existem vários tipos de cervejas. Todos os dias um cervejeiro em algum lugar do mundo cria algo novo. Sua busca será constante para encontrar os tipos que mais agradam ao seu palar.

 

2- Não comece por IPAs

As India Pale Ales são cervejas extremamente cheirosas, com sabores de lúpulos mais variados possíveis. Um universo a parte dentro das cervejas especiais, uma tentação! Mas não comece por elas! Assim como o canto da sereia, pra quem não sabe navegar,  IPAs são cervejas perigosas, são muito amargas, num ponto que pode ser traumático para quem não está acostumado, já escutei várias vezes “não gosto de cerveja especiais, elas são muito amargas”. Sempre que escuto isso fico mais próximo da calvície.

 

3- Procure conversar

O conteúdo continua após o anúncio

Tenha um amigo para pegar indicações, ou pelo menos escute o bartender e o garçom. Pergunte sobre a cerveja que está tomando, gostando ou não. Assim você já sabe quais pedir e quais dar um tempinho.

 

4- Não beba apenas por beber

Cada cerveja especial é uma oportunidade de perceber novas sensações e sabores. Sempre tente analisar a cerveja, desde o corpo à quais sabores e aromas ela te faz lembrar. Frutas, chocolate, maltado, adocicado, amargo, ácido, amadeirado. Você vai precisar de uma biblioteca sensorial grande.

 

5- Experimente

Tente sempre experimentar cervejas novas, de várias marcas e de outros estilos. Acumular horas copo e tomar cervejas de marcas diferentes é essencial para formar seu paladar.

 

E aí? Prontos para aplicar essas dicas no final de semana?  Nossa cidade tem vários bares e restaurantes com opções bem interessantes de chopes e cervejas  artesanais.  Mergulhe!

E lembrem-se: curtam a vida e bebam com moderação.

Alexandre Vaz

Alexandre Vaz

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia